Google+ Followers

domingo, 1 de abril de 2012

O que evitar para escrever um bom texto

OS DEFEITOS DO TEXTO
Prolixidade: Ser prolixo é usar termos como chavões, ditos populares, frases feitas.
Exs.:  Desde que o mundo é mundo.
       Antes de mais nada.
       Deus ajuda quem cedo madruga.
       Quem tem boca vai a Roma.

O texto deve ser original, de autoria própria, se for citar a frase de alguém, está deve vir entre aspas.

Ambiguidade: Há ambiguidade quando o texto induz a dupla interpretação
Ex: Encontrei seu chefe e marcamos uma reunião no seu escritório.
Escritório de quem? Do chefe? Da pessoa a quem se dirige?

Obscuridade: Deixar o texto confuso Parágrafo muito longos, falta de pontuação, vocabulário

Pleonasmo: Repetir um termo já dito.
Exs.: Visitaremos o pomar de frutas.
        Ele teve um infarto do coração
        O assassino de Realengo é um demente mental.

Cacofonia: Consiste na seleção de palavras que juntas, na hora de ler, causa som desagradável.
Exs.: Comprei um aparelho de socar alho.
          Vi a porca dela.

Solecismo: São erros quanto à gramática e ortografia.
Exs.: Gosto de trabalhar rezistrada.
         Tanto poblema ! Não posso resolver!
          Me telefona.

Eco: A reunião tratou da contribuição para a elaboração daquela solicitação que foi feita.

EXERCÍCIOS
Classifique os erros das frases em: Barbarismo (Solecismo), ambiguidade, pleonasmo, cacófato ou eco.

a)Coitado do burro do meu amigo. Morreu.
b)O garçom trousse o cardápio para eu.
c)Depois que ele mudou, mandou cartas, renunciou ao cargo que pleiteou
d)O adevogado trocou o pneu do carro
e)Recolhem-se os pássaros à tardinha.
f)Ama o filho a boa mãe.
g)É admirável a fé dele.
h)O carrasco decaptou a cabeça do condenado
i)Entre dentro do carro para sentir o conforto
j)Escapei do perigo Deus sabe como!
k)Preciso de um rapaz para caçar pássaros e uma garota menor
l)Manoel assistiu ao incêndio do prédio
m)Tomei o ônibus correndo
n)Faziam anos que não morria pessoas nesta rua

Nenhum comentário:

Postar um comentário